segunda-feira, agosto 30, 2010

W3C - Conselhos para Fazer Sítios Web Acessíveis

Em 2005 fui a uma conferência da W3C, organizada no Hotel Sana Metropolitan em Lisboa, intitulada "W3C/WAI Web Accessibility Best Practices Evaluation Training". No meio da documentação disponibilizada, vinha um cartão do tamanho dos cartões de crédito com o título deste post. Como ainda se mantém actual, transcrevo-o na íntegra.

  • Imagens e animações. Utilize o atributo alt para descrever a função de cada elemento visual.
  • Mapas de imagem. Utilize mapas de cliente (anotação map), empregando texto nos pontos activos.
  • Multimédia. Disponibilize legendas e transcrições da componente sonora e descrições da componente visual.
  • Ligações de hipertexto. Utilize texto que faça sentido, mesmo lido fora do contexto. Por exemplo: evite "clique aqui".
  • Organização das páginas. Utilize cabeçalhos, listas e uma estrutura consistente. Sempre que possível, utilize CSS para efeitos de disposição e estilo.
  • Gráficos e esquemas. Forneça resumos ou utilize o atributo longdesc.
  • Scripts, applets e suplementos. Forneça conteúdo alternativo, se as características activas não forem acessíveis ou se não forem suportadas pelo navegador.
  • Frames. Utilize a anotação noframes e empregue títulos com significado.
  • Tabelas. Faça com que a leitura linha-a-linha seja compreensível. Forneça resumos.
  • Verifique o trabalho. Efectue validações. Recorra a ferramentas e às directivas existentes em http://www.w3.org/TR/WCAG/.

© W3C (MIT, INRIA, Keio) PT 2001/08

P. S. - W3C significa World Wide Web Consortium; WAI significa Web Accessibility Initiative. CSS significa Cascanding Style Sheets. Para saber mais, consulte: http://www.w3.org/WAI/.

1 comentário:

HF disse...

Bons velhos tempos :)

Festival Eurovisão da Canção 2018

Como é tradição, aqui vai a minha apreciação do Festival da Eurovisão deste ano. E o vencedor é... ...novamente Salvador Sobral! Sim. ...