sexta-feira, agosto 19, 2011

Princípios Essenciais do Design de Interação: (1/5) - Consistência

Depois de um interregno mais ou menos prolongado (sem nenhuma causa específica), volto à temática da acessibilidade e usabilidade Web, mais concretamente para vos dar a conhecer os cinco princípios essenciais do design de interação. Mas, antes de passarmos aos princípios em si, convém dar previamente uma definição para design de interação.
"O design de interação define a estrutura e o comportamento dos sistemas interativos. Os designers de interação procuram criar relações significativas entre as pessoas e os produtos e/ou serviços que utilizam, desde os computadores, passando pelos telemóveis, eletrodomésticos, etc." - Interaction Design Association (IXDA)
Como a Web é assente fundamentalmente na interação entre os utilizadores e as páginas que visitam, faz todo o sentido explorarmos estes princípios essenciais. Comecemos pelo primeiro.

Consistência

Este é um princípio de ouro.
A consistência deve estar presente em vários aspetos de uma página Web.
  • Se se trata de uma página corporativa ou institucional, é de esperar que o ambiente reflita a imagem dessa corporação ou instituição no que concerne por exemplo às cores utilizadas, logótipos ou tipos de letra.
  • O esqueleto das páginas e o posicionamento dos diversos elementos deve ser o mesmo em todo o site. Assim, o utilizador tem a noção exata de onde as coisas estão e não precisa de se esforçar para as encontrar.
  • Devem ser adotados padrões normais para a colocação dos elementos. Por exemplo, é comum verem-se os menus de navegação do lado esquerdo1 da página ou, sobre a horizontal, na parte de cima das páginas. Os logótipos das corporações ou instituições costumam situar-se no canto superior esquerdo1 das páginas. Ir contra este padrão de design pode ter consequências negativas na medida em que o utilizador poderá sentir-se pouco à vontade com a nova localização dos elementos.
  • Comandos como botões ou barras de scroll não devem ter um aspecto ou modo de funcionamento muito diferente do que estamos habituados nos sistemas operativos.
  • Os componentes com diferentes comportamentos deverão ter aparências distintas. É sempre um mau princípio utilizar ícones diferentes para ações similares ou ícones iguais para ações diferentes.
Em jeito de súmula, as diferenças podem causar distrações. Quando os utilizadores se perguntam por que é que um site está daquela forma ou por que é que é diferente, estão focados no interface e não no conteúdo ou na experiência. Mudanças na aparência e no comportamento podem atrair atenção indesejada. A consistência passa despercebida e ajuda o utilizador a concentrar-se na informação disponibilizada e/ou nas tarefas que tem para cumprir.

1 Estas afirmações são verdadeiras se o utilizador lê da esquerda para a direita e de cima para baixo como acontece com a maior parte dos países do ocidente. O lado direito pode ter mais visibilidade para alguém que está habituado a ler da direita para a esquerda, como acontece nos países árabes.

Adaptado de Adobe TV: Classroom: Five Essential Principles of Interaction Design.

Festival Eurovisão da Canção 2017

Desta vez é um comentário a posteriori , até porque assim se torna mais fácil fazer prognósticos. Comecemos pelo concurso interno portuguê...