terça-feira, fevereiro 13, 2007

Condutores e algo mais...

Quanto melhor for o carro que se conduz, maior é a probabilidade de se ser incomodado, "picado", atrapalhado e/ou insultado pelos restantes condutores. Os homens, principalmente, padecem deste mal.

A minha teoria é a seguinte:

Os homens, desde sempre, tiveram necessidade de formar grupos, marcar território e lutar afincadamente pelas suas posses: uma gruta, uma mulher, um naco de carne para partilhar com a sua família, o que quiserem. Nos tempos modernos, poucas são as situações em que os homens necessitam de marcar território de forma não pacífica. Já não existe uma boa batalha em que todos se matam uns aos outros (pelo menos neste país de brandos costumes... lá para o médio oriente a situação é melhor). Quais são então o campo de batalha e o cavalo dos tempos modernos? A estrada e o automóvel! Daí que a maior parte das pessoas se transformem ao volante e revelem comportamentos agressivos e irracionais. Se alguém tem um "cavalo" mais potente ou mais novo, logo aparece outro que dá a entender que, por ter um cavalo mais velho ou menos potente, não é por isso que não fará todos os esforços para delimitar o seu território e fazer ver ao primeiro que, mesmo assim, consegue fazer maravilhas com o que tem. Outro exemplo de campo de batalha camuflado, mas desta vez sem cavalos, são as bancadas dos campos de futebol... ou os jogos de computador em que se pode matar indiscriminadamente os nossos melhores amigos. Esta sociedade actual não passa de uma cambada de macacos engravatados que dariam tudo para rasgarem as suas vestes e lutarem selvaticamente por coisa nenhuma num qualquer charco enlameado.

As opiniões vinculadas através de posts com o label "Teoria da Conspiração" não devem ser levados a sério. Qualquer semelhança com situações, locais ou pessoas reais é mera coincidência. Não existem provas de nada que se escreva no âmbito deste post.

1 comentário:

Borboleta disse...

Não sei se não poderia ser pior... olha se os machos comtemporâneos se pusessem por aí, indiscriminadamente, a fazer xixi nos cantinhos, marcando territóriobrindado-nos com um bocadinho de si? :P

se os tipos malucos ao volante são uma praga e os doidinhos do futebol também... se as micções territoriais também não se aturam... podíamos meter esta gente estranha toda num par de aviões e descarregá-los no Médio Oriente, onde umas boas bordoadas os curariam de vez :D

Festival Eurovisão da Canção 2018

Como é tradição, aqui vai a minha apreciação do Festival da Eurovisão deste ano. E o vencedor é... ...novamente Salvador Sobral! Sim. ...